financeira

Semana Financeira: Tendências e Desafios nas Bolsas Globais, Inflação nos EUA e Destaques Econômicos no Brasil

wmr 27112023

Início da Semana Financeira

A semana financeira inicia com perdas nas bolsas globais, destacando-se dados de inflação nos EUA e indicadores econômicos no Brasil. Wall Street encerra quarta semana de ganhos, enquanto atenção se volta para o índice PCE na quinta-feira. No Brasil, destaque para a divulgação do IPCA-15, com projeções divergentes de aumento.

Mercados Globais

Índices futuros dos EUA operam em baixa, mercados asiáticos fecham no vermelho, e Europa inicia a semana em terreno negativo.

Preços do petróleo declinam, aguardando decisões da OPEP+.

Agenda Brasileira

agenda brasilera

Agenda brasileira inclui dados de emprego e índices econômicos. Nos EUA, a semana destaca a Conference Board e divulgação do PIB do 3º trimestre.

Sessão de Segunda-feira

A sessão desta segunda-feira, 27 de novembro, registra principalmente perdas nas principais bolsas globais, marcando o início da última semana do mês.

O foco estará nos dados de inflação e mercado de trabalho dos Estados Unidos, enquanto o Brasil acompanha os resultados do Caged e a prévia da inflação, além da produção industrial.

Wall Street

Wall Street encerra sua quarta semana consecutiva de ganhos nos três principais índices, com as ações subindo desde que o rendimento do Tesouro de 10 anos recuou da marca de 5%, atingida brevemente no final de outubro.

Destaques Econômicos

destaques economicos

O destaque econômico da semana será o PCE, índice de preços de gastos com consumo nos EUA, a ser divulgado na quinta-feira, 30 de novembro, sendo o indicador de inflação preferido pelo Federal Reserve (Fed).

O consenso LSEG projeta um aumento de 0,2% na comparação mensal.

IPCA-15 de Novembro

No Brasil, na terça-feira, a atenção se volta para a divulgação do IPCA-15 de novembro. O Bradesco prevê um aumento de 0,35% na comparação mensal, enquanto o Itaú estima uma alta de 0,29%, com a taxa anual caindo para 4,8% em relação aos 5,0% observados em outubro.

Índices Futuros dos EUA

Os índices futuros dos EUA operam em baixa em uma semana movimentada, com diversos indicadores econômicos e comentários do Fed.

Na segunda-feira, serão divulgadas as vendas de casas novas e a última Pesquisa de Manufatura do Fed de Dallas.

Mercados Asiáticos e Europeus

Os mercados asiáticos fecharam em queda, especialmente o mercado chinês, devido ao declínio nas empresas imobiliárias, enquanto a inflação de serviços do Japão atingiu o maior nível em 45 meses.

Na Europa, os mercados iniciaram a semana em terreno negativo, alguns dias após o índice Stoxx 600 atingir seu nível mais alto desde 20 de setembro.

Preços do Petróleo

Os preços do petróleo estão em declínio, com os investidores aguardando a reunião da OPEP+ no final da semana para um possível acordo de redução da oferta até 2024.

Agenda da Semana

A agenda da semana destaca novamente o IPCA-15 de novembro no Brasil, com previsão de aumento de 0,35% na comparação mensal pelo Bradesco e 0,29% pelo Itaú, resultando em uma queda da taxa anual para 4,8%.

Na quarta-feira, a FGV apresentará o IGP-M e as sondagens de serviços e do comércio de novembro. O dia será marcado pelos dados de geração de emprego formal pelo Caged, e na quinta-feira, os dados sobre mercado de trabalho são complementados pela taxa de desemprego (PNAD Contínua).

Nos EUA

Nos EUA, a semana traz a apresentação da Conference Board com os dados da confiança do consumidor na terça-feira.

A quarta-feira ganha destaque com a divulgação da segunda leitura do PIB do 3º trimestre, com projeção LSEG de avanço de 5,0% na comparação trimestral, além da Balança Comercial e do Livro Bege do Federal Reserve.

Topics:

  1. Desempenho Global das Bolsas: Início da semana marcado por perdas nas bolsas mundiais.
  2. EUA e Wall Street: Wall Street encerra quarta semana consecutiva de ganhos, impulsionado por recuo nos rendimentos do Tesouro.
  3. Indicadores nos EUA: Destaque para dados de inflação, com foco no índice PCE, preferido pelo Federal Reserve, a ser divulgado na quinta-feira.
  4. Brasil: Atenção para os indicadores nacionais, incluindo Caged, prévia da inflação (IPCA-15) e produção industrial.
  5. Projeções Econômicas: Divergências nas previsões para o IPCA-15 brasileiro, com Bradesco e Itaú apresentando estimativas distintas.
  6. Mercados Asiáticos e Europeus: Queda no mercado chinês devido a preocupações com empresas imobiliárias. Mercados europeus iniciam semana em terreno negativo.
  7. Petróleo e OPEP+: Preços do petróleo em declínio, aguardando decisões da OPEP+ na redução da oferta até 2024.
  8. Agenda Econômica no Brasil: Destaque para a apresentação da FGV sobre o IGP-M, sondagens de serviços e comércio, além de dados de emprego formal pelo Caged.
  9. Agenda Econômica nos EUA: Apresentação da Conference Board sobre a confiança do consumidor e divulgação da segunda leitura do PIB do 3º trimestre, com projeção de avanço de 5,0%.
Luis Fontes

Luis Fontes is a successful entrepreneur, qualified investor, and FXGlobe Ambassador. Based in Camaçari, Brazil, his trading expertise is in bold but calculated risk-taking.

Trading Advice Disclaimer:
Our Ambassador’s Daily Picks are not trading advice. These are informational articles covering the events which happened in the market already & scheduled events which are scheduled to happen in the Economic & Earnings Calendar.

General Risk Warning:
Trading leveraged products such as Forex and CFDs carries a high level of risk thus may not be appropriate and/or suitable for all investors. The investment value can both increase and/or decrease and the investors may lose all their invested capital. The content of this website does not constitute financial or investment advice. Any information herein is of a general nature and does not take into consideration your personal circumstances, investment experience or current financial situation. Under no circumstances shall the Company or affiliated Companies have any liability to any person or entity for any loss or damage in whole or part caused by, resulting from, or relating to any transactions related to leveraged products.

Agradecemos pela visita a fxglobe.com

Esta página de internet não está direcionada para residentes na EU e sai do enquadramento regulatório Europeu e MiFID II.

Por falor seleccione abaixo se prentende seguir para a nossa pagina EU.